Dicas De Hospedagem Em Portugal

27 Nov 2018 15:39
Tags

Back to list of posts

social-network-doodles_23-2147515172.jpg

<h1>F&oacute;rum Dos Leitores</h1>

<p>Tudo bem com voc&ecirc;s? Ted Talk. O novo jeito de fazer apresenta&ccedil;&otilde;es. 5 anos sem Hebe Camargo. A nossa discuss&atilde;o de hoje traz uma discuss&atilde;o muito respeit&aacute;vel: a liga&ccedil;&atilde;o entre as mulheres e a orat&oacute;ria. Ser&aacute; que homens e mulheres veem (e fazem uso) a intercomunica&ccedil;&atilde;o assim como? Existem caracter&iacute;sticas espec&iacute;ficas femininas no momento em que o conte&uacute;do &eacute; se apresentar em p&uacute;blico?</p>

<p>Para pronunciar-se sobre o assunto, selecionamos novas das ideias publicadas pela comunicadora Sarah Lloyd no Ginger Public Speaking, site de intercomunica&ccedil;&atilde;o que ensina as t&eacute;cnicas de como requintar as apresenta&ccedil;&otilde;es em p&uacute;blico e ser um melhor speaker. Claramente, tanto homens quanto mulheres t&ecirc;m as qualidades e ferramentas necess&aacute;rias para fazerem apresenta&ccedil;&otilde;es capazes de inspirar, cativar e trazer modifica&ccedil;&otilde;es para o mundo.</p>

<p>A diferen&ccedil;a &eacute; que as mulheres est&atilde;o mais dispostas a acessar e a utilizar estas qualidades e ferramentas. Elas s&atilde;o &oacute;timas em mencionar hist&oacute;rias, n&atilde;o t&ecirc;m pavor de dizer vulnerabilidade e s&atilde;o as melhores ouvintes. E existem estudos (como o Bar&oacute;metro de Certeza da Edelman) revelando que essas s&atilde;o as caracter&iacute;sticas presentes nos l&iacute;deres em que as pessoas mais confiam.</p>

<p>Isso pode talvez estar relativo com a maneira como homens e mulheres s&atilde;o fabricados por causa de seus pais - e na sociedade. &Eacute; verdade que a educa&ccedil;&atilde;o tem mudado muito nos &uacute;ltimos anos, entretanto ainda carrega uma heran&ccedil;a bastante machista. Desde pequenas, as mulheres s&atilde;o incentivadas a trabalhar a pr&oacute;pria sensibilidade e a revelar o que sentem.</p>

<p>Por outro lado, os homens s&atilde;o inibidos de fazerem o mesmo, no retr&oacute;grado racioc&iacute;nio de que “homem n&atilde;o chora”. Todos esses fatores executam com que os homens tenham dificuldades em se informar e as mulheres, por tua vez, usem a comunica&ccedil;&atilde;o como uma ferramenta! &Eacute; claro que h&aacute; muitos l&iacute;deres masculinos inspiradores, sens&iacute;veis, bons ouvintes e &oacute;timos narradores.</p>
<ul>

<li>Integra&ccedil;&atilde;o com outros servi&ccedil;os</li>

<li>Geradores shortcodes</li>

<li>27/01/2013 &agrave;s 14:Quarenta</li>

<li>tr&ecirc;s colheres (de sopa) de a&ccedil;&uacute;car</li>

<li>Outros posts educativos</li>

<li>4 Novo pela wikipedia</li>

<li>4 4. Em pesquisa do milh&atilde;o</li>

<li>Epis&oacute;dio 267</li>

</ul>

<p>Sabemos disso, amigos Speakers! Mas, a nossa sociedade tem um vasto conjunto de mulheres que s&atilde;o l&iacute;deres inspiradoras, todavia que ainda devem ser ouvidas. E isso &eacute; uma especificidade no momento em que o t&oacute;pico s&atilde;o as mulheres e a orat&oacute;ria. No caso das mulheres, falar sobre este tema tuas vozes e ousar desenvolver altera&ccedil;&otilde;es ao falar &eacute; um feito de lideran&ccedil;a.</p>

<p>Todos sabemos que liderar n&atilde;o &eacute; qualquer coisa descomplicado, n&atilde;o &eacute; mesmo? Entretanto as mulheres parecem confrontar ainda mais barreiras desse caminho do que os homens. Sabem por que, Speakers? Porque, segundo Sarah Lloyd, as mulheres s&atilde;o julgadas de forma diferente. Os homens ambiciosos, not&oacute;rios e bem-sucedidos s&atilde;o tratados como her&oacute;is, no tempo em que uma mulher com as mesmas realiza&ccedil;&otilde;es &eacute; vista como trabalhoso, dura ou detalhista al&eacute;m da medida.</p>

<p>Por tanto julgamento, v&aacute;rias mulheres sentem que prefeririam auxiliar a anunciar uma ideia de forma coadjuvante, compartilhando as responsabilidades de lideran&ccedil;a com um homem ao inv&eacute;s assumir “todo o peso” de ser a l&iacute;der. Para visualizar, pela pr&aacute;tica, tudo o que envolve as mulheres e a lideran&ccedil;a, Sarah Lloyd buscou alguns detalhes a respeito da participa&ccedil;&atilde;o do p&uacute;blico feminino em cargos deste tipo. No Brasil, a ocorr&ecirc;ncia parece ser ainda pior.</p>

<p>Pouco mais de 10% dos deputados e deputadas s&atilde;o mulheres. Ent&atilde;o, o Brasil ocupa o 154&ordm; territ&oacute;rio entre 193 pa&iacute;ses. No nosso pa&iacute;s, os grandes tomadores de decis&otilde;es ainda s&atilde;o os homens, se bem que a popula&ccedil;&atilde;o tenha mais mulheres que homens. Apesar de ser uma grande verdade, a nossa discuss&atilde;o n&atilde;o &eacute; sobre a disparidade de oportunidades entre homens e mulheres, contudo, sim, sobre como as mulheres podem usar a intercomunica&ccedil;&atilde;o para desenvolver tuas pr&oacute;prias oportunidades.</p>

<p>A lideran&ccedil;a come&ccedil;a com uma interessante comunica&ccedil;&atilde;o, Speakers! Para sermos bons (e boas) l&iacute;deres, precisamos ter uma vis&atilde;o e, essencialmente, saber Informar essa vis&atilde;o para o resto do universo, derrotando preconceitos e obst&aacute;culos. Como as mulheres agora t&ecirc;m afloradas essas ferramentas para se avisar de forma inspiradora, o caminho pra conversar bem em p&uacute;blico poder&aacute; ser menos dif&iacute;cil do que pros homens.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License